Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Crônicas de uma retificação de horário - parte 2 - viagem à Índia

Este blogue começou em 2005. Na mesma época, eu oscilava entre leituras de astrologia védica e medieval.

Os anos subsequentes vivenciaram meu envolvimento maior com a astrologia medieval, pela mais completa falta de confiança na indiana. Contribuiu para isso a falta de didática dos livros e a diferença dos zodíacos, que me deu um nó completo na cabeça.

Os indianos, como um amigo meu disse, não são as melhores pessoas em se tratando de didática... Mesmo os métodos deles sendo bons e sofisticados, o estudante se afasta devido a acessibilidade parca.

Ao contrário dos ocidentais, os livros indianos são recheados de exemplos e carentes de resumos, princípios gerais de interpretação, etc. Eu me mantive relativamente distante da Astrologia Indiana, eventualmente lendo um ou outro autor indiano ou norte-americano.

Claro que, dada a proximidade cultural, os autores americanos de jyotisha são mais 'fáceis' de serem digeridos... entretanto, eles são os que tem a chance maior de simplificarem…

Crônicas da retificação do horário do meu mapa

Após ser iniciado na Astrologia, o estudante ousa fazer certas coisas, como por exemplo a retificação de horário do próprio mapa natal. Digo ousar porque nem sempre há conhecimento suficiente para isso. Foi o meu caso...
Na minha certidão, consta o horário de 7:00 AM. É possível que esse seja o verdadeiro horário, mas não é provável, dada a tendência humana ao arredondamento. Instigado por essa verdade, comecei a testar o meu mapa com as técnicas preditivas ditas mais precisas, como as direções primárias, a fim de descobrir o horário que melhor se sincronizasse com as configurações que indicavam eventos marcantes da minha vida.
À época em que usava direções primárias, concluí que meu horário poderia ser de 6:52 AM: 8 minutos a menos que na certidão. Tudo isso só para sincronizar a direção "Ascendente oposição Júpiter" com um único evento notável da minha vida até então entediante: a época do início da faculdade.
Hoje em dia, tenho mais eventos marcantes para retificar meu horár…

As dignidades e forças na Astrologia Indiana

As dignidades na Astrologia Indiana são computadas de alguns modos diferentes.


Não se mudam os regentes dos domicílios que conhecemos na Astrologia Ocidental. Por exemplo, Áries também é regido por Marte, considerando-se da mesma forma os outros planetas.

As exaltações e quedas também não mudam, mas se atribui intervalos de graus de exaltação e queda específicos dentro dos signos. Mercúrio ainda tem sua queda (chamada de 'debilidade') em Peixes, porém somente na primeira metade do signo (de 0° a 15° de Peixes). O grau máximo de debilidade de Mercúrio fica em 15° de Peixes. Após 15°, mercúrio não é considerado em debilidade.

Outra dignidade que não tem precedentes na Astrologia Ocidental é a Mulatrikona, que poderia ser traduzida como 'signo de trabalho' ou 'signo produtivo'. É dito que o planeta deriva sua energia do Signo Mulatrikona. A maioria dos planetas tem suas mulatrikonas nos seus domicílios masculinos. A exceção fica para Mercúrio, cuja Mulatrikona fica e…

O horário de nascimento de Dilma Houssef

Existem dúvidas quanto ao horário de nascimento da presidenta Dilma Roussef. Existem três possíveis Ascendentes:

*Escorpião
*Leão
*Virgem

Eu analisei cada um deles e concluo, por hora, que o melhor Ascendente é Virgem. (14/12/1947, 00:15, Belo Horizonte - vide mapa abaixo)

A escolha do Ascendente para uma pessoa com horário desconhecido é pedregosa. Não dá pra ser superficial e considerar que o melhor Ascendente é Escorpião só pelo estilo discreto de Dilma. Até porque muitos signos compartilham algumas características: Ascendente Virgem tende a ser tão discreto quanto Escorpião quando se trata de vida pública. Enquanto Escorpião é discreto visando segurança emocional, Virgem é estratégico na escolha das palavras e do melhor momento de agir devido à obediência às convenções.

Na verdade, a consideração do horário de nascimento tem de ser 'holística': levar em conta não apenas características marcantes do comportamento, mas também eventos e circunstâncias mundanas, como sucesso, vocaçã…

Muhurta - a escolha da hora certa pelos astros

Eu nunca me liguei muito em astrologia eletiva, talvez porque seja difícil esperar do céu o cenário ideal.

Na astrologia ocidental, a escolha da hora certa para um evento depende quase que unicamente da configuração dos planetas que regem o evento na hora em que ele começa, bem como a Lua. Não se dá muita importância à períodos de tempo regidos por planetas, como horas e dias da semana, apesar deles serem citados. No fim das contas, o que vale é como os planetas estão no mapa do evento.

Os planetas tem poucas chances de aparecerem no céu sob circunstâncias ideais. Isso faz com que sobrem um ou dois momentos ideais para começar um evento e um bando de momentos medíocres ou péssimos, possibilitando o milagre da multiplicação da mediocridade, bem do jeito que a vida acontece ao nosso redor. Afinal de contas, se chovesse diamantes, não seriam jóias preciosas...

Portanto, na astrologia eletiva, sempre há espaço para decepções e, mesmo sendo pequenas, acabam confundindo o astrólogo se o evento…

Últimas notícias

O blog está parado por uns tempos porque estou estudando o curso de Astrologia Jaimini, do Ernst Wilhelm. Jaimini foi um sábio (rishi) indiano que criou uma escola de astrologia genial, ao mesmo tempo simples e reveladora do indivíduo cujo mapa se analisa, tanto no plano físico quanto espiritual.
Para os falantes da língua portuguesa, é difícil falar de Astrologia Indiana numa estrutura como um blogue. O estilo superficial da blogosfera geralmente requer do leitor uma iniciação no conhecimento exposto para que ele entenda do que se fala, ao menos os termos usados. Ao contrário da astrologia ocidental - muito difundida por aqui - a maioria dos leitores ignoram os conceitos mais fundamentais de Astrologia Indiana - simplesmente porque estes não são tão difundidos quanto à astrologia ocidental. Eles não são mais difíceis nem mais fáceis: simplesmente diferentes.
A astrologia medival tem muito mais coisas em comum com a astrologia moderna, então é fácil escrever sobre ela num blogue: eu me …