Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Vimshottari Dasha - a técnica indiana mais comum e suas dificuldades

Você pode encontrar várias referências na internet sobre os famosos 'períodos planetários' indianos, chamados de Vimshottari Dashas. Eu não vou falar o óbvio aqui, acho cansativo 'chover no molhado'. Eu noto que as pessoas gostam de escrever o mesmo tipo de informação sem perceberem que estão sendo repetitivas e suscitando ódio nos leitores, após eles terem entrado em várias páginas via Google que dizem a mesmíssima coisa, com sinonímias... Acho que seria mais proveitoso descrever a reação de um ocidental quando se depara com esse sistema.
Ao testar esse sistema pela primeira vez, eu poderia resumir a reação de um ocidental com a palavra... Frustração. Já vi gente experiente se frustrando horrores, não somente com os períodos planetários indianos, mas com qualquer técnica astrológica com mais de mil anos... É preciso 'abaixar a crista' do nosso orgulho ocidental e admitir que não podemos usar essas técnicas, pois elas partem do princípio de que a pessoa aprende…

As subdivisões de um signo - os modos de usar

Neste artigo, vou falar das subdivisões de um signo. Um signo tem 30°, sendo esses graus divisíveis de várias formas.

Eu diria que a subdivisão do zodíaco mais conhecida do mundo são os 'decanatos', que são dadas pela divisão do signo em três partes iguais, de 10°. No ocidente, os decanatos são também chamados de 'faces' e representam coisas bem superficiais. O decanato do Ascendente pode indicar alguma coisa ligada à aparência do nativo, ou dizer misteriosamente e sinteticamente a vida da pessoa como um todo, o que ninguém consegue entender direito como usar. Um planeta em seu próprio decanato é uma das coisas mais fajutas e menosprezadas dentro da astrologia medieval, porque ninguém sabe a serventia mas se tem a segurança de que a utilidade é muito pequena... Na índia, o modo de usar é diferente... Neste artigo, você terá a oportunidade de perceber como os decanatos - e outras divisões - são vistas na Astrologia Indiana, mas pra isso eu preciso começar citando algumas…

Aspectos da Astrologia Indiana: dois tipos (Parte 2)

Na primeira parte, eu ensinei como perceber os aspectos indianos. Hoje vamos aprender a interpretar os aspectos. Os autores que usam os dois tipos de aspectos simultaneamente são em número pequeno. Eu diria que só conheço Narasimha Rao e Sanjay Rath. Eles deram as caras por aqui nos posts mais recentes. Ambos fazem parte do Sri Jagannath Center, que conta com várias filiais pelo mundo, mas principalmente EUA e Orissa, na Índia.
Sanjay Rath diferencia os aspectos da seguinte forma:
Os aspectos por Signo é como a vizinhança do planeta, aquilo com o qual ele tem de se acostumar e conviver.Os aspectos planetários indicam o desejo do planeta. Eu prefiro explicar os dois tipos de aspecto de outra forma. Pode ser que eu esteja errado, mas em todos os textos dos dois autores que continham as interpretações de cada tipo de aspecto, eles mostraram um entendimento muito similar ao que eu obtive dos dois tipos de aspectos, só que eu acho a explicação deles um pouco confusa.
Aí vai minha interpretaçã…

Aprendendo coisas 'da terra' (mas com estrangeiros)

Dentro da Astrologia Védica, existe uma vertente que é especializada em prever eventos numa frequência anual, usando a posição natal do sol. Isto nada mais é do que a famosa revolução solar, que os indianos chamam de Tajaka, Tajika ou Varsha Pala (esta última significa 'ingresso anual'). Os leitores que desconhecem astrologia védica e estudam somente a medieval, porém, terão um susto ao perceber que o ramo 'Tajaka' da indiana tem mais coisas em comum com a nossa Astrologia Clássica do que poderia supor. As similaridades são tantas que pode-se chegar ao absurdo de aprender astrologia clássica do ocidente estudando essa técnica... indiana.
Sim, a Tajaka tem sua profecção, que é chamada de Muntha. Além dessa, existe uma profecção específica dos indianos, ensinada por Parasara, chamada de Sudarsana Chakra, que é a profecção do Ascendente, Sol e Lua em conjunto. Esses dois métodos se destinam ao mesmo propósito, que é refinar quando acontecerão eventos prometidos por período…

Errando nos cálculos (para ser mais humano)

A Astrologia reflete uma experiência humana no céu estrelado. Acredita-se que o céu deve ser o mais fidedigno possível ao que se vê, mas alguns astrólogos querem retroceder no tempo e usar métodos de cálculo menos precisos - e por razões mais interessantes do que simplesmente o "fetiche" de gostar de métodos antigos.

Dentro de algumas semanas, o grande astrólogo e programador Narasimha Rao vai publicar a nova versão do seu poderosíssimo software de Astrologia Védica chamado Jagannatha Hora. Na versão que virá - a 7.5 - ele trará ao programa o que será uma revolução dentro de todas as astrologias que se praticam na atualidade: ao invés de usar as efemérides mega precisas que se baseiam nos telescópios da NASA, ele usará os métodos de cálculo astronômico do tratado indiano de Astrologia do século VI (aproximadamente) chamado Surya Siddantha.

Sejamos francos e sóbrios: ninguém faz um esforço homérico em vão. Além de possivelmente cobrar uma fortuna pelo software (até a versão 7.4…

o zodíaco sideral versus o tropical - a guerra que nunca termina

Para entender esse artigo, você precisa saber a distinção entre o zodíaco sideral e o tropical. Basta clicar no marcador "Zodíaco Sideral" e você terá todos os artigos introdutórios.

Essa talvez seja uma das questões mais desafiadoras da Astrologia. Como Robert Hand mesmo disse (no seu prefácio da antologia de Valens), o zodíaco era alinhado com as constelações quando a maioria dos textos de referência eram escritos. Não se sabe claramente, portanto, se as conclusões dos Astrólogos eram tomadas com base num zodíaco que estava alinhado com as constelações que inspiraram os signos, ou se estavam tirando suas conclusões com base num zodíaco que se alinhava com as estações do ano. Robert Hand finaliza dizendo que à nossa geração de Astrólogos, cabe investigar qual zodíaco oferece os melhores resultados, a depender daquilo que se deseja saber do céu, pois essa prerrogativa muda radicalmente a demanda por um tipo de zodíaco em particular em detrimento de outro.

Áries, para nós ocide…

Os aspectos na Astrologia Indiana: dois tipos

Na Jyotisha, existem dois tipos de aspectos. Não, não são os aplicativos e separativos...
Quando me refiro a dois tipos, são de fato duas variedades completamente diferentes: Aspectos por Signo (Rasi Dristi)Aspectos dos planetas (Graha Dristi) A palavra 'Dristi' significa, dentre outras coisas, 'olhar'. Sim, os aspectos na jyotisha tem a mesma conotação da Astrologia Clássica do Ocidente, e provavelmente você aprenderá a usá-los também nela, se perceber como os autores Índia analisam um mapa em seus livros.

Aspectos dos Signos
Os aspectos dos Signos se assemelham levemente aos nossos: eles são mútuos, ou seja, se Aquário e Áries se aspectam, dois planetas, um em cada, se aspectarão entre si.
De fato, a morfologia desse tipo de aspecto só tem em comum com a Astrologia Ocidental o fato dos dois planetas em cada signo se olharem reciprocamente. Depois do que foi exposto quanto à sua morfologia e regras acima, eu diria que nada mais se assemelha com a Astrologia Ocidental. Ei…

Sempre busque por uma confirmação

O trabalho de astrólogo é como o de um detetive. Diante de si, um mapa celeste esconde uma trama que ele precisa desvendar.
Como todo trabalho de um detetive, é necessário pistas ou evidências. Apenas uma pista não é suficiente para saber o que ocorreu ou o que ocorrerá. A astrologia se processa na mesma dinâmica.
Qualquer sinal dentro do mapa precisa de mais de uma confirmação para que ele seja interpretado corretamente. Antes de ser confirmado, as interpretações não são acusações: são apenas suposições, especulações. Enquanto você não perceber dessa forma e dizer ao consulente cada suposição como uma acusação, cairá no risco de dizer devaneios e causar muito temor desnecessário.
Vamos estruturar esse processo de investigação, a começar pelos elementos necessários para se julgar um mapa corretamente: Os aspectos ligam planetas e casas e, portanto, conectam assuntos diferentes.A presença de um planeta no signo do outro liga esses dois. A ligação será mais forte ainda se for recíproco, is…

Alguns autores de Jyotisha I - Satyacharya

Vamos começar uma série apresentando alguns autores de Astrologia indiana para vocês se orientarem na compra ou download dos livros. Como sempre existirá autores de jyotisha que não conheço, dos recônditos de uma região qualquer da Índia, o título "alguns autores" será modesto e realista. Apresentarei, a priori, os autores mais citados entre os astrólogos contemporâneos. Um desses autores famosos, sem sombra de dúvida, é o sábio Satyacharya.
O tradutor do sânscrito para o inglês não situa bem a época do autor do manuscrito. De fato, há duas prováveis origens: uma que o conhecimento dele é derivado da escola de Jaimini e a outra que Satyacharya é um monge budista versado em Astrologia. De qualquer forma, ele é citado inclusive pelo eminente Varahamihira (autor do Brihat Jataka, que mais cedo ou mais tarde aparecerá nessa série também).
É de Satyacharya um dos mais famosos e completos tratamentos das constelações indianas, os Nakshatras. Ele também cita que devemos começar os p…