Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2008

O significador principal - como escolhe-lo?

Quando se deseja analisar um assunto - casamento, pais, filhos, ou seja mais lá o que for - é necessário relacioná-lo a um planeta do mapa. Esse astro será chamado de significador do assunto. Em Astrologia Medieval, existem duas maneiras mais comuns de se escolher um significador.
Por regênciaPor poderOs textos medievais tendem a confundir o estudante acerca de qual das duas maneiras é a mais adequada. Em algumas passagens, as instruções são claras, como no estudo do Hyleg e do Alcocoden; no estudo da Casa 2, Bonatti desenvolve um método que inclui o estudo da Parte da Fortuna levando em conta tanto a Regência quanto o poder do ponto. Segundo ele, devemos saber quais planetas regem o grau da Parte da Fortuna (o que constitui numa relação de Regência - o item 1 da lista) e se estes planetas estão em bom estado no mapa (o que se encaixa no segundo item - Poder). SE o planeta fosse aflito, ele era rejeitado. Poderia ocorrer casos nos quais dois regentes da Fortuna estivessem em bom estado…

Uma dica para se interpretar revoluções

Muitos autores dão essa dica para se interpretar qualquer mapa ou técnica - de horárias a mapas natais, incluindo profecções - e portanto ela não seria inútil para Revoluções Solares; todavia, como tudo na Revolução depende do mapa natal, a dica que é dada para mapas interpretados isoladamente (como horárias) deve ser adaptada para as Revoluções. Ela nada mais é do que perceber se um planeta aspecta os seus domicílios, sua posição natal ou o Ascendente. Caso contrário, o planeta estará inativo na Revolução.


Vejamos como isso funciona. Na Revolução Solar de 2008, Mercúrio está em Peixes e a Lua em Sagitário. O porquê de ter citado esses dois planetas será dado mais adiante. Vamos seguir o que a dica descreve, porém sempre na perspectiva do mapa natal, ou seja, a Lua em Sagitário da minha Revolução Solar será comparada com o Mapa Natal. A mesma coisa com Mercúrio.


Devemos perceber se a Lua da Revolução aspecta o meu ascendente Natal ou a posição da Lua Natal ou seu domicílio natal, câncer…

verdades e mentiras da astrologia tradicional.

Cada subtítulo deste post contém uma frase comumente difundida no meio Astrológico. O texto seguinte a cada uma consiste nos meus comentários

Posição é mais importante que regência?
Talvez essa tenha sido uma das frases mais repetidas do blog até hoje. Ela significa o seguinte: imagine uma Casa Astrológica ocupada por um planeta que não a rege, por exemplo, Vênus em Aquário na Casa 11. Agora imagine o regente dessa mesma Casa em outro signo: o regente de Aquário é Saturno e no exemplo ele se encontra em Libra. Diante da configuração acima, qual planeta é mais importante para ditar os assuntos da Casa 11: o planeta ocupante da 11 ou seu regente? A frase do subtítulo dá a resposta: o planeta posicionado na Casa é mais importante que o planeta regente da mesma.

Nesta altura do campeonato eu já interpretei algumas dezenas de mapas de acordo com a ótica medieval e posso afirmar que a frase acima é desnecessária. Se você quiser saber tudo sobre um assunto do mapa, vai ter de analisar todos os …

Um resumo sobre os aspectos

Os aspectos são aquelas linhas que ligam dois planetas do mapa. Em alguns tipos de mapas - como o medieval - elas não aparecem, então voce tem que deduzir pela distancia entre os planetas.

Não vou entrar em detalhes aqui sobre a mecanica ou o modo de calcular os aspectos, pois existem dezenas de livros que ensinam. O grande "pulo do gato" se resume no que voce faz com eles. Muita gente os sub-aproveita, enquanto outros "super-aproveitam" dessa parte da Astrologia. Como sempre, direi meu ponto de vista, que pode apenas se acrescentar ao seu, sem desconstruí-lo.

Eu vislumbro duas maneiras de explicar o que penso sobre aspectos: a primeira, é descrever tudo e no final bolar um exemplo. A segunda, descrever um aspecto e o que se passa na minha cabeça na hora de examinar esse aspecto. Acho que a segunda seria mais proveitosa para voces. Vamos começar então descrevendo um aspecto que está no meu mapa:

Lua em Touro em oposição a Júpiter em Escorpião.

Quando começamos a estuda…