Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2007

Angústias do presente

Quando você quer saber o que o futuro reserva a pessoa cujo mapa analisa, você é sistemático ou fica perdido procurando sinais aleatórios porém evidentes? Antes de responder a essa questão, saiba que 95% dos motivos que levam uma pessoa a procurar um Astrólogo são problemas no presente que ela gostaria resolver antes da leitura desse artigo acabar. Quem consegue perceber o momento da pessoa, suas angústias e demandas, arremata uma conversa. E um consulente atavicamente fiel.


Algumas pessoas perceberam que é impossível prever alguma coisa ou sacar o momento em que o dono do mapa vive. Isso, diga-se de passagem, é apenas uma impressão delas. Não lhes dá o direito de generalizar essa verdade.


É difícil saber o que levou a pessoa até sua presença até que ela abra a boca e faça uma pergunta. Não dispomos ainda de textos que sejam úteis nesse sentido. Sim, saber o que leva uma pessoa até um Astrólogo é possível. Consiste numa técnica antepassada da Astrologia Horária, ensinada por alguns astr…

tudo tem uma função

Pergunta sobre a cor do animal vencedor


Se alguém que não tem animal algum te interrogar sobre qual há de ganhar, observa o senhor da hora. Se este se encontrar no Ascendente ou [você] encontrar outro planeta neste, no Meio do Céu ou na décima primeira casa, aquele que ganhar neste dia tem um animal com a cor do planeta que estiver em algum desses locais; e se o significador estiver em seu Domicílio, Exaltação ou Triplicidade, Término ou Face, o dito animal será de boa raça e famoso, mais importante se [estiver] em seu Domicílio ou Exaltação, o que não for destes será mal. Se não estiver em nenhum dos anteriores, será um animal desconhecido.
Se estiver em sua queda, tem maus hábitos e má intenção; em sua Exaltação e Domicílio, será de boa raça; em sua Triplicidade não será conhecido na região e não será de boa raça. Nos seus Termos ou Face será famoso na região, porém não será [famoso] de raça e não se seberá de que terra é.


Zahel. Interrogações Astrológicas. Tradução de Demétrio Santos …

"usar" o céu?

É comum ouvir nas comunidades de Astrologia a frase "o modo como você usa tal e tal planeta". Isso é derivado de uma determinada escola de Astrologia moderna e não deve ser encarado como algum tipo de pensamento vigente. Em comunidades onde predominam astrólogos modernos, esse é quase o pensamento predominante. Você tem o direito de acreditar em algo que seja diferente, e continuar praticando Astrologia.


Também é comum sugerirem que qualquer coisa além disso é inútil. É claro que não dizem nestes termos, mas quando se critica o que é diferente está implícito na linguagem algumas náuseas com os pensamentos diferentes dos seus... Isso não importa agora. Temos de coexistir.


Talvez você queira saber agora o que penso. Não vejo os planetas como massa de modelar, que você pode ajustar conforme sua cultura e mudança de comportamento ou ambiente. Pela sua posição natal, os planetas indicam experiências, eventos, condições às quais me submeto. Eu posso mudá-las com trabalho consciente,…

Como lidar com Lotes?

Para [encontrar] o Lote concernente a trapaça, de dia [pegue a distância] do Sol a Marte e [some] uma quantidade igual a partir do Ascendente; à noite, o contrário. E se o Regente do Lote da Fortuna ou da Aquisição [o décimo primeiro signo a partir da Fortuna] ou do [Lote do] Espírito estiverem no [mesmo signo do] Lote concernente a trapaça ou Roubo, eles terão sua renda de violência ou crimes. E se os Regentes de ambos caem juntos [no mesmo signo], eles causam mesma coisa.

(Vettius Valens, Antologia, Livro II)


Acima vemos uma maneira de lidar com Partes (ou Lotes) mais raros, como o "Lote da Trapaça" (em inglês, Lot of Treachery). Perceba que eles não eram vistos em relação ao mapa natal, mas Valens procurava saber a relação desse lotes com o Lotes da Fortuna e do Espíritoe seus Regentes. Talvez haja uma maneira de analisar Lotes em relação ao mapa natal, mas esta não é citada por Valens. Qualquer Lote além da Fortuna e do Espírito eram analisados segundo a posição destes doi…

Dodekatemoria

Entrei em contato com esse termo ainda na época que estudava Astrologia Moderna. No livro de Robert Hand "Essays in astrology" havia um artigo dedicado ao estudo dessa parafernália astrológica. Desde aquela época eu percebo os mesmos astrólogos dizendo muito pouca coisa nova acerca do tema, como se circundassem um vale inexplorado. Hand apenas tenta encontrar a importância do número 13 na astrologia, além de provar que a matemática moderna é complicada e perfeitinha.


Quem mais falou sobre ele foi Robert Zoller, mas mesmo assim não foi muita coisa, à sombra de Bonatti... A linha desse blog é diferente. Vocês sabem que eu não descanso enquanto não encontro uma utilidade para as coisas, bem palpável. O autor foi até Firmicus Maternus para ter algum insight na aplicação da Dodekatemoria.


Hoje em dia, convencionou-se a multiplicação de um número pelo mapa como "Harmônicas". John Addey redescobriu a técnica pelos hindus; a Astrologia Védica usa "harmônicas" há mu…

Astrologia médica e a Parte da Fortuna

Recentemente entrei em contato com o segundo livro da Antologia de Vettius Valens. Surpreendeu-me o estudo da Parte da Fortuna para saber as partes do corpo suscetíveis a lesões no corpo humano.


De fato, saber onde está a lesão ou a dor é a melhor maneira de se abordar Astrologia Médica em qualquer época da humanidade, porque na medicina muita coisa mudou desde o primeiro século depois de Cristo. Se você deseja estudar Iatroastrologia (um sinônimo), precisará aprender conceitos de Medicina Hipocrática e Galênica. Apesar de ter sido monitor de História da Medicina na faculdade, eu mesmo não sei lhe dizer como se aplicariam esses conceitos.


Toda essa necessidade é simples: os livros antigos citam doenças "causadas por excesso de frio" ou por "excesso de quentura e secura". Você sabe como identificar doenças assim hoje? Eu também não... Mais do que identificá-las, é preciso converter esses achados para a nossa linguagem médica atual...


A medicina atual tem como critérios…

maneira simples de calcular as Partes

Geralmente, o lote cai fora em certo zoidon pela consideração do grau em outro zoidon. Isso resulta do graus dos luminares e do Ascendente quando estão no início ou no fim dos zoidia.


A frase acima está no segundo livro da Antologia de Vettius Valens de Antioquia. É preciso explicá-la fora do contexto: Valens queria dizer que há outra maneira de se calcular as Partes (chamadas aqui de "Lotes"), mais precisa. Aparentemente ele só pode estar se referindo ao cálculo aritmético da Parte, pois ele cita "graus". Isso nos dá uma grande margem para concluir que há outra maneira mais simples, e de fato ela tem muita relação com o sistema de signos inteiros empregado por Valens e seus contemporâneos. Também significa que a maneira "aritmética" é a mais empregada hoje em dia. Mas será que há diferenças entre as duas? Se você quer calcular uma Parte e os planetas empregados no cálculo estão no fim de um signo, então haverá diferenças entre os dois modos de se calcular…