Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

Você ainda não curtiu nossa página no Facebook?

Astrosphera tem onze anos de idade.

No dia primeiro de maio de 2005, eu fiz a primeira postagem nesse blogue. Assim como a coca-cola não começou com vocação pra ser refrigerante, meus primeiros posts aqui não foram sobre astrologia.

Mas agora, onze anos depois, esse blogue mantém uma tradição de se dedicar a esse tema obscuro. Quer dizer, mais ou menos obscuro. Vê a quantidade de blogues astrologia na internet?

Por eu ser o autor do primeiro blogue de astrologia tradicional/medieval em português do Brasil (corrijam-me se estiver errado), olho com alegria o número multiplicado de blogues do mesmo tema. Mas eu desafio o leitor a achar um blogue como o meu, com uma extensão tão grande de temas assim. Aqui se encontra artigos de astrologia medieval, árabe, helênica e indiana (jyotisha), e todos podem ser acessados na busca do google ou pelo número abundante de tags ao lado.

É um baita acervo. Mesmo que você me odeie, tem de admitir. Aliás, não acho que alguém que me odeie tirará tempo par…

Vimshottari Dasa - uma análise “vapt vupt”

Quem estuda jyotisha sabe dos diversos níveis de profundidade que podem ser acessados numa carta. Você pode dar uma "olhadinha” (aquelas que os astrólogos odeiam) e já ver alguma coisa importante, ou fazer uma análise muito mais profunda, descobrindo detalhes que se somam às tendências da olhadinha mais rápida - o que requer tempo em cima do mapa, pra se descobrir os yogas e quando eles podem ocorrer, analisar todos os mapas divisionais, etc.Ao contrário do que muitos astrólogos defendem, a olhadinha aqui pode dar certo sim. Se o astrólogo não a quiser fazer, é por questões éticas, financeiras ou porque está com preguiça mesmo (e ele tem todo o direito de ter preguiça com gente que não quer pagar pelo seu mapa).Diante de todas as coisas a serem analisadas num Dasa, o estudante pode ficar inerte diante do mapa, sem saber por onde começar. Se você é como eu, tem preguiça, falta de tempo ou ambos, uma boa maneira de começar a olhar seus Dashas é pelo que chamo de "análise vapt …

Horárias sobre forma física

O tema do fitness é uma demanda contemporânea, e tentaremos encaixá-la dentro do framework da astrologia horária, de origem clássica, época na qual não havia muitas preocupações com a forma física - ao menos, não nessa neurastenia que temos atualmente.Às vezes, quero saber como um medieval responderia à pergunta “vou emagrecer?”. Pode-se abordar a questão de duas formas:
À luz da teoria dos humores
À luz da dicotomia maléficos versus benéficos

A primeira depende de conhecimentos básicos e bem estruturados da teoria dos humores e de medicina galênica. Sabendo que já visitei o tema diversas vezes, considero que posso me arvorar e dar um breve resumo.1. A teoria dos humores na forma física.Cada planeta tem uma qualidade humoral correspondente, que é responsável por representar a complexão física da pessoa. Ptolomeu considerava o regente do Ascendente e da Lua (aquele que tivesse mais testemunhos sobre os dois) como o planeta que definiria a forma física da pessoa. Sabendo as qualidades humo…