18 de jan de 2011

O estranho fenômeno dos eventos repetidos II - a lei de Velpeau

No post do estranho fenômeno dos eventos repetidos você viu a minha estranha percepção de eventos envolvendo um mesmo elemento raro se repetindo. Pois alguém já percebeu isso muito antes de mim.

Ele se chamava Velpeau, um cirurgião francês, cuja história pode ser lida nos posts desses blogues abaixo:
O primeiro post guarda subsídios para entendermos porque médicos percebem melhor a lei de Velpeau. O próprio Velpeau, um cirurgião, percebeu que pacientes com as mesmas queixas raras apareciam mais ou menos no mesmo intervalo de tempo, que pode variar em horas a dias.

Milhares de pessoas podem pegar gripe numa determinada época do ano, mas daí a duas pessoas que não se conhecem aparecerem mesma na emergência de um hospital mordidas por dois leões diferentes... num país onde o leão não é nativo...

Pessoas ao seu redor podem falar ao mesmo tempo a mesma palavra que você e isso nem é tão notável assim, mas daí a você ser médico e perceber no mesmo dia dois casos idênticos e raros no consultório, é mais estranho.

Existem coincidências? Para um astrólogo, quando é que o acaso 0corre?

Para Velpeau, as coincidências bizarras viraram lei.



(Meus agradecimentos a Livio Nakano por ter me enviado os dois links sobre o post.)



Um comentário:

Contato e Créditos

rtveronese@gmail.com Para dúvidas, reclamações, críticas e consultas.