Pular para o conteúdo principal

Numerologia indiana - katapayadi

A humanidade adora classificar as coisas. Dentro da Astrologia, porém, a classificação tem um propósito claro. Se eu souber qual signo rege um determinado objeto, eu saberei quando ele será afetado por 'influências externas' com antecipação, que é o propósito da astrologia preditiva.

Em se tratando de palavras, a numerologia indiana preenche esse papel classificatório. Existem mais de um método de alocação numerológica às palavras, mas vamos citar aqui o sistema katapayadi.

O sistema katapayadi é o mais popular esquema numerológico dentro da Índia. A determinado grupo de sílabas, dá-se um valor numérico. As palavras tem seu valor descoberto ao se unir as sílabas não por soma, mas por aglutinação.

É o que faremos com o exemplo da palavra "astrologia". Esse exemplo será suficiente para entendermos como o sistema katapayadi funciona. Antes de ler o que vem a seguir, você pode baixar aqui a tabela extraída do link acima:

  • Separe as sílabas:
Astrologia = As - tro - lo - gi - a
  • Sílabas sem consoante não tem corpo, as sílabas sem vogal não tem alma. As consoantes desacompanhadas são descartadas, enquanto as vogais têm valor zero na contagem:
'as - tro - lo - gi - a' tem a mesma pontuação que 'a - ro - lo - gi - a'
  • Procure na tabela que fica nesse link a associação entre as sílabas e os números:
a = 0; ro = ra = 2; lo = la = 3; gi = ji = 8; a=0.
A tabela pode ser baixada também aqui.
  • Inverta a ordem em que esses números aparecem e os aglutine, formando um número com três dígitos (o número terá tantas casas decimais quanto for o número de sílabas com vogais precedidas de consoantes):
0,2, 3, 8,0 = 0, 8, 3, 2, 0 =8320
  • Divida esse número por 12. O resto da divisão será o valor numérico da palavra do exemplo:
8320/12 = 693, com resto 4
  • Correlacione o número ao zodíaco pela escala mais convencional: 1 igual a Áries, 2 igual a Touro, etc:
4 = Câncer.
Atenção:
  • na tabela do link, a sílaba 'ja' é pronunciada como 'djá' e a sílaba 'ga' como em 'gagueira'.
  • Na língua portuguesa, a maioria das sílabas da tabela que possuem 'h' entre a consoante e a vogal não são usadas. Você pode desprezá-las.
O katapayadi será útil para ver em qual signo cai o seu nome no seu mapa natal, que será o tema do próximo artigo.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como interpretar uma Revolução Solar?

No post anterior eu comecei a falar sobre o método de previsão mais popular da idade média e renascença: direções primárias + revolução Solar. Também lancei no ar uma frase não-tão-enigmática assim:
Na revolução, qualquer coisa que signifique o nativo deve estar em contato com qualquer coisa que signifique o evento Neste artigo, vamos decifrar a frase acima: você aprenderá a interpretar uma revolução solar de um modo minimamente decente pra você já fazer alguma previsão.

Para ter um entendimento satisfatório desse artigo, você precisa saber alguma coisa de astrologia: o que cada casa e planeta podem representar, o que são partes árabes, e o que são aspectos/conjunções. É um artigo para os já iniciados, mas você que está começando agora pode consultar outras fontes pra entender o que falo aqui - com a internet, não será difícil.

Como nascem os eventos? As aulas de astrologia horária que você anda fazendo com o tio William Lilly deveriam te levar a mais além de encontrar seu cachorro. E…

o melhor livro de astrologia dos últimos tempos.

Você, leitor que começa a se interessar em astrologia, está diante de uma chance única de começar a aprender a arte da melhor forma possível. Nesse artigo, eu apresento um link com o download para o melhor livro de astrologia medieval com o qual eu me deparei nos últimos tempos.

Acho que não estou exagerando. Invejo quem começaria a estudar astrologia pelo que vou apresentar nesse artigo. Se em 2003, ano em que comecei a me interessar por astrologia, alguém me oferecesse esse livro, teria poupado minhas retinas de uma colossal quantidade de lixo.

Talvez, por ainda não ter visto tanto lixo, eu não saberia valorizar o momento em que me deparo com uma obra como essa. Valorizando ou não, se tivesse essa obra nas minhas mãos inexperientes em 2003, teria começado a estudar astrologia em alicerces sólidos o bastante para que deles eu não saísse nunca mais.

Livros bons, trabalho árduo (para obtê-los)  A astrologia praticada de forma mais aprofundada é um saber não tão popular quanto se pen…