16 de ago de 2009

kenodromia - a Lua fora de curso

Neste domingo (que para Valens seria uma terça-feira, dia de Marte), a Lua não entrará em contato com nenhum planeta pelos próximos 18 graus, excetuando-se os planetas modernos Urano, Netuno e Plutão. Essa situação é chamada por Anthiocus de Atenas de Kenodromia, um estado astrológico da Lua que equivale ao nosso moderno "Lua Fora de Curso". A diferença entre ambos é que a kenodromia é muito mais rara de ser vista por aí.

Vejamos o porquê. No conceito de Lua Fora de Curso como nós concebemos atualmente, a Lua deve sair de um signo sem fazer conexão (aspecto ou conjunção) com mais nenhum planeta, independentemente da distância. Esse conceito não exige que a Lua fique o Signo inteiro sem fazer aspecto. Se ela percorreu um Signo quase todo e não fará mais aspecto nenhum dentro desse, então isso é considerado como "Lua Fora ou Vazia de Curso".

A Kenodromia, por outro lado, tem Na kenodromia, a Lua deve ficar um dia inteiro (isso mesmo, 24 horas) sem entrar em contato com planeta nenhum. Como disse anteriormente, a primeira situação é muito mais comum de se ver. Basta considerar que a Lua não fará mais nenhum aspecto dentro de um Signo para concluir que ela estará fora de curso. Na kenodromia, não é assim: requer-se que a Lua fique um dia sem contato com planeta algum. Anthiocus não leva em conta as Antiscias e Contra-Antiscias.

No mapa acima, vemos um exemplo de kenodromia. Ele mostra a hora exata do ingresso Lunar no Signo de Câncer. Ora, ao ingressar no Caranguejo, a Lua fará o seu próximo contato com Vênus, que será uma conjunção. Como o curso médio da Lua é o de 13° por dia, então concluímos que ela ficará até mais de um dia sem entrar em contato com planeta nenhum. Trata-se de uma situação muito mais rara que a Lua Fora de Curso dos Astrólogos Renascentistas e seguidores de Lilly.

Assim como a Lua Fora de Curso, a Kenodromia era algo considerada ruim. A meu ver, isso depende enormemente do último contato que a Lua fez. Quando qualquer planeta se separa de outro, ele costuma levar "o cheiro" da experiência representada pelo planeta do qual se separou, da mesma forma que dois amantes guardam o cheiro um do outro em seus corpos (ui, que erótico). Podemos até chamar esse "cheiro" de "disposição prévia". O grande mal da Kenodromia (ou da Lua Fora de Curso) é deixar as coisas estagnadas por um bom tempo, com a disposição do último planeta com a qual a Lua entrou em contato impregnada no luminar. Se o planeta anterior for um maléfico, aí não é nada bom, uma vez que a pessoa cujo mapa tem uma kenodromia ficará anos e anos sem mudar suas circunstâncias adversas.

Eu mesmo nunca vi nenhum mapa com Kenodromia. Será que a pessoa não resistiu?! Para manter o mito de que a Astrologia Medieval é macabra... hehehe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato e Créditos

rtveronese@gmail.com Para dúvidas, reclamações, críticas e consultas.