Pular para o conteúdo principal

O Significador Profissional

Há uma sequência de regras para se encontrar o planeta que representa o ofício do nativo, um grande algoritmo, como em todas as técnicas medievais, mas a primeira coisa que temos de perceber é a angularidade dos planetas, não por casa, mas por signo.
Como essa é uma técnica anterior a criação do sistema de casas quadrantes, aqueles que usamos comumente hoje (koch, placidus, regiomontanus, etc.), devemos refutá-los em favor de um sistema de casas contemporâneo a ela. Recorre-se, portanto ao sistema signo = casa. Nele, o ascendente indica qual é a primeira casa, que compreende todo o signo tocado pelo ponto. Nesse sistema, qualquer planeta no primeiro signo pode ser dado como angular, e pertencente a primeira casa, por mais que ele esteja na casa 12, de acordo com os sistemas de casa atuais.
Na astrologia medieval, somente mercúrio, vênus e marte são significadores profissionais. Júpiter e Saturno não representam ofícios, mas podem qualificá-los por aspecto ou se estão fortes na carta. Júpiter contribui com luxo e filosofia, saturno com trabalho duro, em condições difíceis (exemplo: trocar a noite pelo dia em plantões). Um saturno angular em signos de terra na quarta casa, contudo, falaria a favor de uma vida agrícola, mas o modo pelo qual ela se relacionará com a terra depende em muito se vênus, marte ou mercúrio é o significador profissional dela.
Em mapas onde há planetas angulares, fica fácil perceber qual é o planeta que representa a profissão, porque a primeira coisa a se checar é a presença de planetas no ascendente. Não havendo, procuramos no Meio do Céu, em seguida, na casa 7 e finalmente no fundo do céu. Caso haja uma vênus angular no primeiro signo=casa, seguida de um mercúrio na casa 4, o nativo terá mais de uma profissão, até que se decida por uma delas, mas sem dúvida, nesse caso, o ofício venusiano é o mais forte.
Na figura 1, é facílimo perceber que marte é o significador profissional do nativo. Ele seria um guerreiro. Marte lida com guerra, lâminas, fogo (incluindo raios-X), ou perigo de vida, o que hoje chamaríamos, com eufemismo justificável, de adrenalina. Após constatarmos isso, devemos estreitar o que marte representa, analisando outras coisas, dentre elas:
1 - As casas que o significador profissional rege;
2 - Se o significador é aspectado por algum planeta;
3 - As casas ocupadas pelos planetas que aspectam.
Voltando a figura 1, marte rege as casas 03 (veículos, viagens pequenas) e 10 (fama, governo). Note que não há planetas angulares além dele. O primeiro aspecto que a lua pré-natal (no mapa - SAN) fará é uma oposição ao sol, regente da três (carros, viagens) e significador essencial de fama. Perceba que o sol não diz nada sobre a vocação do nativo, mas contribui com seu testemunho para dizer as circunstâncias que cercam sua profissão. O mapa pertence a ninguém menos que Ayrton Senna.
Segundo Bonatti, se há um maléfico elevado (em casas mais altas) em relação ao significador profissional, podemos esperar algum prejuízo ou difamação decorrente da profissão, principalmente se ele (o maléfico) está na casa 1o ou 1. Seguindo estritamente as regras, não é esse o caso aqui, pois saturno, embora mais elevado que marte, está na casa 12. Ele deveria estar forte para agir com sua natureza destrutiva, e sabemos que a cadência impede isso. Todavia, ao mesmo tempo que marte significa a profissão do nativo, ele é um maléfico, e se encontra na 1! Marte cumpre um papel ambíguo aqui. Ele é, ao mesmo tempo, significador da profissão e maléfico que prejudica o nativo (casa 1). Apesar da ambiguidade, foi justamente o que aconteceu: aquilo que Senna fazia de melhor o levou a morte, cercado de um mistério mal-resolvido até hoje: a causa de marte é saturno, seu dispositor, que se encontra no décimo segundo signo, inimigos secretos, ou segredos.
No exemplo 2, se resolvêssemos adotar um sistema de casas recente (quadrantes), ele esconderia a evidência mais importante: mercúrio estaria na casa 09, quando na verdade pertence ao décimo signo, libra, e portanto é angular.
Nesse mapa percebemos o quanto os aspectos ajudam a estreitar o raciocínio do planeta profissional. Mercúrio rege uma gama extensa de profissões, incluindo médicos, comerciantes e professores. Afinal de contas, com mercúrio profissional, o que o nativo faz?
Note que mercúrio rege a casa nove, e se posicionaria nela no sistema de casas quadrantes (o mapa foi preparado propositadamente no sistema de signos inteiros), e por isso pensei a primeira vista que o nativo seria um professor, ainda mais que pela posição mercurial em signo de ar, humano. Libra também é um signo equinocial, que segundo Ptolomeu, "conduz a traduções e a várias interpretações da Geometria". Concluí que o nativo poderia ser um professor universitário da área de ciências exatas, notadamente engenharia, por que mercúrio se separa de uma conjunção com marte, significador de corte e instrumentos pesados.
Existiam, contudo, outros fatores que me levaram a descartar a idéia de engenharia: a lua está em touro, na casa cinco, aspectando mercúrio, ainda que fora de signo. A conjunção com marte não se mistura a profissão: marte aqui representa problemas. A conjunção é um aspecto tenso, pois envolve a combinação de duas qualidades primitivas opostas, onde uma tenta reprimir a outra. Mercúrio é frio e seco, ganha umidade pelo aspecto com lua e pela presença em libra, e tem de lutar contra a natureza cortante de marte na conjunção. Um trígono ou sextil de marte falaria muito mais a favor de uma ajuda, e é o que a lua faz aqui: ela sai de Touro e se aplica a mercúrio em trígono. A lua está na casa 5 (sexo, diversão). O primeiro aspecto que a lua pré-natal faz é a júpiter. A palavra "luxo" veio a minha cabeça.
Se enumerássemos todos os testemunhos da análise, perceberíamos o seguinte:
1 - Mercúrio tem a ver com tradução e está numa casa que lida
com estrangeiros
2 - A lua aspecta mercúrio e se encontra na casa 5,
diversão
3 - Júpiter é o primeiro planeta aspectado pela lua pré natal
- luxo e a sua posição na casa três falaria também a favor de viagens e veículos.
Toda a análise acima não é mais uma das velhas "constatações após o fato" tristemente encontradas nos livros de astrologia hoje. Da pessoa analisada, eu sabia somente que tinha perdido o emprego (que não foi descrito), e se encontrava doente, mais nada. Ao ler os testemunhos acima, tentei sintetizá-los numa profissão tangível. Pensei que a pessoa poderia ser um guia turístico, e mandei minha análise a um amigo que a conhecia. E qual não foi a minha surpresa ao receber as congratulações: a pessoa não era necessariamente um guia, mas trabalhava na rede hoteleira, executando todas as representações planetárias acima!
Astrologia medieval funciona muito bem, obrigado!

Comentários

  1. Uma versão moderna para marte no meio do céu é professor de educação física.
    Eu vi um cara com marte em áries, detalhe o cara faz maior tipo de machão e é gay. É uma figura.

    ResponderExcluir
  2. Esses malditos blogs sempre começam nosso nome com letra minuscula. :-|

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Como interpretar uma Revolução Solar?

No post anterior eu comecei a falar sobre o método de previsão mais popular da idade média e renascença: direções primárias + revolução Solar. Também lancei no ar uma frase não-tão-enigmática assim:
Na revolução, qualquer coisa que signifique o nativo deve estar em contato com qualquer coisa que signifique o evento Neste artigo, vamos decifrar a frase acima: você aprenderá a interpretar uma revolução solar de um modo minimamente decente pra você já fazer alguma previsão.

Para ter um entendimento satisfatório desse artigo, você precisa saber alguma coisa de astrologia: o que cada casa e planeta podem representar, o que são partes árabes, e o que são aspectos/conjunções. É um artigo para os já iniciados, mas você que está começando agora pode consultar outras fontes pra entender o que falo aqui - com a internet, não será difícil.

Como nascem os eventos? As aulas de astrologia horária que você anda fazendo com o tio William Lilly deveriam te levar a mais além de encontrar seu cachorro. E…

o melhor livro de astrologia dos últimos tempos.

Você, leitor que começa a se interessar em astrologia, está diante de uma chance única de começar a aprender a arte da melhor forma possível. Nesse artigo, eu apresento um link com o download para o melhor livro de astrologia medieval com o qual eu me deparei nos últimos tempos.

Acho que não estou exagerando. Invejo quem começaria a estudar astrologia pelo que vou apresentar nesse artigo. Se em 2003, ano em que comecei a me interessar por astrologia, alguém me oferecesse esse livro, teria poupado minhas retinas de uma colossal quantidade de lixo.

Talvez, por ainda não ter visto tanto lixo, eu não saberia valorizar o momento em que me deparo com uma obra como essa. Valorizando ou não, se tivesse essa obra nas minhas mãos inexperientes em 2003, teria começado a estudar astrologia em alicerces sólidos o bastante para que deles eu não saísse nunca mais.

Livros bons, trabalho árduo (para obtê-los)  A astrologia praticada de forma mais aprofundada é um saber não tão popular quanto se pen…