Pular para o conteúdo principal

A Casa de Deus

Falamos na cadência da casa nove, mas ela, junto a casa três, são aspectadas pelo ascendente, representando coisas que o nativo espera da vida.

Após o planeta ter passado pela casa X, através do movimento diurno ele chega a casa nove. O planeta aqui ainda se encontra elevado, mesmo não sendo tanto quanto a elevação do meio do céu. Precisamos explorar melhor esse conceito. "Elevação" significa estar numa instância mais elevada. um local onde o indivíduo possui poder. Qualquer planeta na casa X se encontra mais elevado que na casa IX. Trata-se de um dos principais critérios para se comparar a força entre dois planetas.

A casa IX, pela sua cadência, possui tanto poder de decisão quanto antes, mas ainda se encontra elevada, com algum poder sobre os outros. . Dessa forma, a casa nove apenas representa os aparatos legislativos, que mantém a governabilidade do rei. Some a isso que, quando o sol se encontra nessa região, ele possui o maior poder de calor e luminescência, pois equivale a uma hora da tarde. O sol possui relação com a consciência e o espírito. Abstrai-se daí o outro significado desse setor: a casa de Deus. Não é a toa que essa casa é excelente para representar o "Alto Clero", pois este vinha logo abaixo do rei na pirâmide social.

Atualmente temos esse Alto Clero dissolvido em diversas instituições da nossa sociedade. A concepção cosmológica passava pelo seu crivo, e hoje temos as universidades para nos dizer o que é certo ou errado sobre a visão de mundo insituída, a ciência, que para muitos hoje é uma religião.

O Alto Clero possuía um poder auxiliar na manutenção do status quo, ditando a catequese, o que era necessário para o fiel ir ao céu. Dentre os atributos necesários, a mansidão e a temperança, para não desafiar as figuras de autoridade. Hoje temos os aparatos legais e a justiça laica.

O Alto Clero tinha um papel decisivo na legitimação do conhecimento, filtrando as "heresias" das universidades, num papel muito parecido com o da ciência atualmente, que representa o conhecimento instituído, ditando o que é verdade e mentira. As universidades medievais foram absorvidas pela igreja Católica, e uma das maneiras da pessoa estudar aceitar o claustro. No monastério ela poderia aprender latim e grego, sem contar o acesso aos autores clássicos. Vemos aqui o link religioso se mostrando novamente.

Portanto, algo sinequanon a se apreender dessa área do mapa é a antiga interrelação entre religião e lei, para entendermos por que a casa IX abarca significados tão distintos (lei, religião, ensino superior). Todos os sistemas legais da antiguidade possuíam base religiosa. Não precisamos citar exemplos exóticos se temos o judaísmo perto da nossa realidade. As leis de Moisés eram leis religiosas, e ao mesmo tempo códigos de ética e de conduta.

A casa nove é a cadente mais elevada, e aspectada pelo ascendente num ângulo deveras favorável, o trígono. Tal aspecto possui a qualidade de júpiter, representando que o nativo espera que os assuntos da casa o liberte das restrições de sua vida. No caso, muitas pessoas recorrerão a Deus, outras a lei, outras à filosofia, outras a tudo, como muitos brasileiros católicos-umbandistas...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como interpretar uma Revolução Solar?

No post anterior eu comecei a falar sobre o método de previsão mais popular da idade média e renascença: direções primárias + revolução Solar. Também lancei no ar uma frase não-tão-enigmática assim:
Na revolução, qualquer coisa que signifique o nativo deve estar em contato com qualquer coisa que signifique o evento Neste artigo, vamos decifrar a frase acima: você aprenderá a interpretar uma revolução solar de um modo minimamente decente pra você já fazer alguma previsão.

Para ter um entendimento satisfatório desse artigo, você precisa saber alguma coisa de astrologia: o que cada casa e planeta podem representar, o que são partes árabes, e o que são aspectos/conjunções. É um artigo para os já iniciados, mas você que está começando agora pode consultar outras fontes pra entender o que falo aqui - com a internet, não será difícil.

Como nascem os eventos? As aulas de astrologia horária que você anda fazendo com o tio William Lilly deveriam te levar a mais além de encontrar seu cachorro. E…

As Casas da Morte.

Quando se pensa em morte na Astrologia Moderna, após uma série de desculpas e desembaraços para se lidar com o tema, vem a nossa mente a Casa VIII. Na Astrologia Medieval, essa também é a Casa usada para a questão, porém existem mais duas que tem participação na delineação da morte: As Casas IV e VII. Como muitas coisas dos livros antigos, elas são citadas porém não são explicadas. Tal qual um rabino dedicado ao estudo do Torá, temos de buscar algum sentido para aquilo se quisermos "digerir" os aforismos. Caso contrário, estes passarão incompreensíveis ao nosso entendimento.

A Casa VII é o lugar onde os planetas se põem, e portanto guardam uma representação simbólica de morte. Autores gregos também consideram planetas na VII como representantes de eventos que acontecerão no fim da vida do nativo.

A Casa IV marca o fim de um ciclo, pois a partir dela o planeta volta a "subir" rumo ao Ascendente. Muitos autores usam a Casa IV para simbolizar as coisas que acontecem ao …